Páginas

SAUDADES DE COIMBRA

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 10.11.09

Coimbra é uma cidade incontornável. É impossível estar longe dela muito tempo. Hoje é uma cidade de contrastes. Por um lado, é uma urbe decadente, cuja decadência é mágica. Faz lembrar filmes que pelo seu arrasto no ecrã se tornam marcantes e, por vezes, filmes de uma vida!... Coimbra é assim. É também uma cidade que vai cruzando alguma modernidade, aquela que lhe mantém uma chama acesa e que nos prende a ela, mesmo estando longe... Sinto falta dos sons de Coimbra, do frio, do calor, do vento a varrer as ruas, o matinal nevoeiro do Mondego, os fabulosos fins de tarde outonal à beira rio, os comboios a apitar no centro e na velha Coimbra B, do trânsito na Fernão de Magalhães, na Casa do Sal, na Solum, no Vale das Flores, do constante vai-e-vem de ambulâncias rumos aos hospitais... Saudades da cidade da saudade!

Comentários (1)

  1. Só lá estive uma vez, durante cerca de 2 dias.
    Gostei bastante da cidade e certamente que gostaria de lá voltar...

Enviar um comentário