Páginas

M

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 9.1.10

Há 18 anos que sei deste dia.
Já é maior a minha sabedoria. Sei dos 67 degraus que durante anos partilhei contigo (às vezes ainda te ouço subi-los ou descê-los) Sei de maços de cigarro atirados pela janela das locomotivas (hoje tinhas deixado de fumar!) Sei de Angola (às vezes descias as escadas depressa de mais) Sei de Cabo Verde (outras subias devagar) Sei das mil e uma mulheres (por vezes adivinhava o teu estado mediante a fúria ou a calma dos 67 degraus pisados) Comboios (ou de como abrias a porta) Allan´s (rumavas à cozinha) 2600as (Litle man) Pendulares (poucos) 5600as (batatas fritas) UTE´s (Então, fazes aquele arrozinho que tu sabes?) 1900as (as almofadas no meio do sofá) embirravas (desculpa!) "-Sénhôr Mário!" (riamos) limpava bem (aquele tom africano) perdi-lhe o nome (lembras-te?) a vizinha de baixo (o cocó de gato semeado na varanda) Tantos dias (saudades) Tantas frases (ausência) Tantos silêncios (presença) Tanto para dizer (começamos sempre) Memória (toda) Amizade (muita) PARABÉNS!

Comentários (1)

  1. Meu bom amigo,

    Obviamente que me congratulo por ser (uma vez mais) objecto digno de um post neste teu espaço.

    Regozijo-me pelo facto das memórias sobreviverem ao longo do tempo, tendo-te lido com um sorriso nostalgico nos lábios.

    OBRIGADO!

    Um abraço forte.

Enviar um comentário