Páginas

PAI

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 5.5.10

Algures em Fevereiro, escrevi aqui isto:

A distância cava uma saudade funda.
Não sei bem, tanta vez, como consigo viver sem o teu silêncio, sem as tuas palavras, sem os teus gestos, sem os teus passos (hoje) tão lentos.
Vejo-te, imaginando-te, sentado na beira de um banco duro de cimento, com o olhar preso nos nadas que correm pela estrada, à espera que eu chegue para poderes falar comigo e perceber o quanto me fazes falta!
Junta tua solidão à minha e talvez possamos perceber as lágrimas que me caem da cara, me molham o teclado e me perturbam os dias.
Vi-te tanta vez a passar pelo tempo e hoje, tanta ironia depois, vejo o tempo a passar por ti, sem o respeito que mereces! Obrigado por aí estares! 

Hoje fazes 73 anos.
Estando comigo, não estás.
Sinto-me bem porque estás aí.
Sinto-me triste porque não estou aí.
Pai, tu! 
O homem da minha vida!

Comentários (1)

  1. Apelo: O MUNDO PRECISA DE CUBA PARA SALVAR MILHÕES DE PESSOAS


    Jorge Sampaio alerta para falta de quatro milhões de profissionais de saúde no mundo

    Os gajos de Cuba podem ter montes de defeitos... no entanto, possuem o know-how necessário para formar a quantidade de profissionais de saúde necessária às populações!

    Tal como dizem os chineses - «não dês um peixe, ensina a pescar» - ou seja: a solução não é importar médicos cubanos, mas sim, pedir ajuda ao governo cubano... para que se consiga formar a quantidade de profissionais de saúde necessária!

Enviar um comentário