Páginas

FRENÉTICO?

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 27.6.10


Bom fim de semana!

O COITADINHO

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 23.6.10


Há um mundo que se movimenta terrivelmente contra o senhor Primeiro-Ministro da Pátria.
Ele aparece na televisão, instado pelos macios jornalistas, perorando entre amarelos sorrisos, sobre as possibilidades de responder como arguido num processo qualquer.
Sócrates, na sua imensa e facial inocência sorri e, com uma habilidade de bordadeira, acaba por auto-designar-se como vítima de tudo e de todos, como se o mundo, ingrato, fosse incapaz de o compreender e lhe movesse uma tremenda conspiração.
Devemos ajudá-lo.
...Empurrando-o para fora dos nossos destinos à primeira oportunidade.
As boas acções lavam a alma. 

EGOÍSMO?!...

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 22.6.10

É só eu saber da enorme e pesada coluna de cansaço que me pesa por inteiro...
...E não vislumbrar descanso nos tempos mais próximos...
Receita?
Aguentar.

E DE REPENTE...

Publicado por António Luís | Marcas , | Publicado em 21.6.10

...Percebo que um dos meus bloggers favoritos lê os meus desabafos.
Obrigado, Filipe!

A FACTURA

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 21.6.10

Domingo à noite.
A casa mergulha no silêncio preparatório de mais uma semana de trabalho.
Um professor embrenha-se na avaliação. Coloca-se online e lança as notas dos alunos no sistema informático.
Entre desgraças e glórias, o seu espírito salta entre o gozo e o enfado quase triste.
Esquecidas as desgraças, que não valem na maior parte dos casos uma noite potencialmente mal dormida, brilham os seus olhos quando lança níveis altos, se lembra dos seus alunos, da sua atitude e da sua dedicação e do prémio que, tão merecidamente, acabam de merecer e conquistar.
O mau da coisa é que em 63 alunos, apenas 4 transmitem essa grata sensação do dever cumprido.
No resto, entre a mediania e a (muita) mediocridade, pesados os factores condicionantes da escola, internos e externos, fica a pairar uma sombra perturbadora, que não clarifica (sempre) o papel do professor e lhe transmite uma inquietação que desgasta e consome.
Quando aqueles que catalogam ou rotulam a profissão docente, com a animosidade que lhes é conveniente, de leve e de privilégio, convida-los-ia a conviver cada vez mais com esta sombra e esta perturbação, repetida e agravada com o caminhar dos tempos e com a descredibilização crescente da escola, o tal sítio onde, entre muitas coisas, são depositadas crianças, com vista a tornar possível o desvario da vida actual...
A factura vai chegar, com juros e uma insuportável (in)correcção monetária.

A VIAGEM DO ELEFANTE

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 18.6.10

A última...
19 de Junho de 2010

SOMETIMES, WHAT WE NEED IS...

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 18.6.10

...Caffeine
Faith no More e o impagável vocalista Mike Patton.
Uma das minhas bandas de eleição.
E foi bom saber que voltaram ao activo e que vão estar no Optimus Alive
...Eu é que não estarei!

TEMOS O QUE MERECEMOS

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 18.6.10

Nestes dias em que apenas a metodologia da bola parece causar interesse nas conversas, o governo e os seus aprumados serventuários  seguem o seu trilho de afazeres sem sobressaltos.
Consta que a "Comissão de Inquérito ao negócio da PT/TVI" está a tirar as conclusões mais óbvias. Não tanto pelo seu lado lógico, sobretudo visto do ponto de vista não ingénuo da coisa, mas pelo lado do que é interessante no que respeita ao "que está"...
Há naquela gente algo de canino. Isto é, obedecem e protegem o dono, dão uns latidos, abanam a cauda e dão lambidelas. Pelo meio rosnam, mostram os dentes, ladram e quando tudo o aconselhar, saem de rabo entre as pernas, por entre cobardia vestida de glória.
No entretanto, "determinam" as verdades que convêm ao statos quo.
Ou seja, aquela outra gente no governo, a trote do grande chefe, são tudo anjos puros e verdadeiros, a começar, justamente pelo chefe que surge, imaculado, pairando seráfico por sobre as almas danadas que o querem desgraçar.
Não sabe nada, não disse nada, não fez nada, um santo.
E como o rebanho é manso e obediente, está tudo bem!
Temos o que merecemos! Não nos queixemos, pois!

TREINADOR DE MATRECOS - MUNDIAL 2010 (Costuma matar, sim!...)

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 15.6.10

As declarações dos "navegadores" sobre o jogo de hoje com essa potência da bola chamada Costa do Marfim, roçam o ridículo.
Tudo justificações palermas, todas fora do futebol que foi coisa que aquela gente armada e tornada vedeta não jogou.
O treinador Queiroz foi igual a si próprio. Ele vê sempre um jogo que a maioria de nós, certamente por manifesta incapacidade, não vê... Há, portanto, qualquer coisa de transcendental no homem. Mantenham-no por lá, a bem da nação.
Pelo pouco que vi (uns 15 minutos no total...) o empate é um excelente resultado para Portugal.
Acabámos, como é mais ou menos de habitual, de calças na mão...

UM FEITO, UM SACO E O RESTO

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 15.6.10

Consegui ver quarto minutos quatro (um feito!) do "Super - Debate" da Senhora D. Fátima, sobre a glória da selecção no Sul de África.
E o esforço que ela fez, meu Deus, para tornar interessante algo que não tem um átomo de interesse!
E os comentadores!?... Grande país! Mentes brilhantes, opinando sobre o que sabem e o que não sabem.
Eu, cauteloso, em silêncio de espanto.
Ao meu lado, sempre amigo, estava isto...

TREINADOR DE MATRECOS - Mundial 2010

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 14.6.10

Assistir a um jogo do mundial, ouvindo as F0%#@;» da P#;@%& da Vuvuzelas, seca o futebol e torna-se num sacrifício absolutamente tenebroso.
Desde que começou, vi apenas, por junto, uns 10 minutos de jogos deste mundial.
Demais.
E sim, amanhã serei um dos 42 portugueses que NÃO VAI VER  futebolada da selecção.
Para eles, o meu habitual: Boa Noite e Boa Sorte!

ERA SUPOSTO...

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 14.6.10

...escrever ou publicar algo e mais, mas as mãos não seguram o tempo que se lhes escapa em vertigem.

ESCREVER SOBRE AVIÕES

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 9.6.10

F-16AM partindo para uma missão nocturna. Foto: (c) Paulo Mata

É (quase) pública a minha dedicação à causa do ar.
A paixão por tudo o que voa nasceu bem cedo e, de há uns 13 anos para cá, ganhou uma dimensão material, consubstanciada em escrita regular sobre aviação, quase sempre a militar e publicada, sobretudo, na revista da Força Aérea - a "Mais Alto".
Dou-vos conta, hoje, de mais um trabalho efectuado, desta feita com a Esquadra 301 - Jaguares, a operar os F-16 MLU a partir da Base Aérea nº5 em Monte Real.
Foi um trabalho demorado, que percorreu praticamente dois anos e que, a dada altura esbarrou em impossibilidades de tempo para lhe dedicar.
Finalmente, vê a luz dos escaparates, muitas horas de fotografia e escrita depois. Numa das visitas à base/esquadra, estivemos lá até cerca de 12 horas, das 13h até perto das 00:30h já do dia seguinte, acompanhando missões nocturnas dos aviões.
No que toca à fotografia, é um privilégio trabalhar como o Paulo Mata. Sou suspeito, mas ele é do melhor que há cá pelo país no que toca a fotografar aviões.
No que respeita à minha parte, muitas horas estive de volta daquele texto.
Dormi várias noites com ele praticamente debaixo da almofada... Detestei-o, achei-o mediano, até que, depois de quase um mês sem conseguir olhar para ele, decidi acabar de o escrever, sendo sempre o mais feroz crítico do que e como escrevo...
Está agora aberto à crítica e ao escrutínio de quem o vai ler, sendo que, no final das contas do deve e haver, tenho motivos para estar satisfeito.
Espero, em breve, poder fazer melhor...
Até lá!

SACO DE VÓMITOS E ESFÉRICAS PALHAÇADAS

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 5.6.10

Estes programas idiotas, que as televisões promovem em torno do Mundial de Futebol e da presença "gloriosa" da selecção nacional, trazem-me à memória e à necessidade, o meu tradicional "saco de vómitos".
Quando penso que já vomitei tudo, lá vem uma repórter, com ar sub-nutrido e mal disfarçando um desconhecimento atroz do mundo tal como ele é - numa espécie de "escola socrática" - anunciar que se ponham por lá a pau as outras selecções, que o caneco vem para cá...
Se a palermice pagasse imposto, esta jovem curvilínea seria uma declaração dos impostos com duas pernas e vagamente reprodutora de um péssimo guião sobre irrealidades.
À selecção, sinceramente e com toda a ironia do mundo desejo: Boa Noite e Boa Sorte!

SE... (2) - POST PARA AUMENTAR AUDIÊNCIAS

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 4.6.10

...escrevesse mais, era mais lido e as audiências não seraim tão humilhantemente reduzidas como têm sido.
O que vale é que isto não é um daqueles barracos que fecham na míngua de clientes.
Por isso, aqui por baixo, segue uma fotografia capaz de espevitar (espero) as audiências, sobretudo as masculinas...
Me perdoem as leitoras, mas para colocar fotos que lhes agradem, teria de correr riscos desnecessários. Sou moderno, mas não tanto...

Foto daqui

"SE...

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 2.6.10

...tivéssemos uma visão apurada de todas as coisas, seria como ouvir a erva crescer, ou escutar o bater do coração de um esquilo, e morreríamos perante o rugido que está do outro lado do silêncio!"
George Eliot