Páginas

O COITADINHO

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 23.6.10


Há um mundo que se movimenta terrivelmente contra o senhor Primeiro-Ministro da Pátria.
Ele aparece na televisão, instado pelos macios jornalistas, perorando entre amarelos sorrisos, sobre as possibilidades de responder como arguido num processo qualquer.
Sócrates, na sua imensa e facial inocência sorri e, com uma habilidade de bordadeira, acaba por auto-designar-se como vítima de tudo e de todos, como se o mundo, ingrato, fosse incapaz de o compreender e lhe movesse uma tremenda conspiração.
Devemos ajudá-lo.
...Empurrando-o para fora dos nossos destinos à primeira oportunidade.
As boas acções lavam a alma. 

Comentários (1)

  1. Afinal o rigoroso Sócrates quando lhe convém até comenta o que é dos tribunais em saborosa caldeirada com o que é da política. Ironizando mesmo em tom azêdo com o paradoxo dos caminhos da justiça que lhe invertem a razão na penumbra do pecado. Deixo aqui um apêlo ao infeliz crucificado para que considerando-se vitima ofendida apresente a devida queixa judicial contra a jornalista no local devido e nos poupe a exercícios rídiculamente patéticas.

Enviar um comentário