Páginas

ESTAR AQUI

Publicado por António Luís | Marcas | Publicado em 22.7.10


Coimbra não desilude.
Tudo no seu sossego de séculos.
A cidade permanece, como sempre, vergada à sua imagem de "senhora" saída de um cabeleireiro, temendo os ventos na laca borrifada.
Quando lhe assobiam, finge que não ouve. Se não lhe dizem nada, chama a atenção com o seu andar de avestruzes.
Se não fosse assim, não seria tão bom estar aqui...

Comentários (3)

  1. Perfeita descrição.

  2. Caro Pseudo-Livreiro!
    É, não é?!...
    Obrigado.

  3. Na "mouche"!

Enviar um comentário